Notícias

Finep é destaque no jornal Valor Econômico Fonte: Finep, 22/05/2014

O jornal Valor Econômico destacou a Finep em diversas editorias. Somente no encarte especial sobre inovação, a financiadora é citada em seis matérias, entre elas, "Demanda em alta", que discute os desafios do Plano Inova Empresa. A reportagem inclui, ainda, uma entrevista com Glauco Arbix, presidente da Finep. “A procura superou todas as expectativas", disse o presidente em relação aos pedidos de financiamento, que fizeram a contratação de recursos subir de R$ 2,7 bilhões, em 2012, para R$ 6,4 bilhões no ano seguinte.

A parceria da Finep com a Brasilata, fábrica de embalagens metálicas, foi lembrada pelo CEO da empresa, Antonio Carlos Álvares. Ele reflete sobre inovação no País e conta que a agência já financiou 10 bem-sucedidos projetos da empresa. A matéria "Quantidade e relevância das incubadoras estão em ascensão" aborda as exigências da Finep em relação aos projetos que querem receber apoio.

Outra reportagem, "Fundações estaduais apoiam mais projetos", expõe uma relevante política da empresa: a descentralização, que possibilita que organismos estaduais repassem os recursos federais e expandam o alcance da Finep. O encarte do Valor também faz menção ao aporte de R$ 3,8 milhões da financiadora para a Veritas Life Sciences, recursos que tornaram possível o desenvolvimento da empresa de biotecnologia. Os financiamentos não-reembolsáveis disponibilizados para Institutos Científico e Tecnológico (ICTs) são mencionados em “Recursos podem bancar salários”.

A empresa também foi destaque na Editoria Empresas. Uma matéria sobre o Inova Telecom, ressalta que o programa tinha inicialmente R$ 1,5 bilhão em verbas da própria Finep (R$ 920 milhões), do BNDES (R$ 500 milhões) e do Ministério da Saúde (R$ 80 milhões). André Pereira Nunes, superintendente da Área de Tecnologias Estratégicas, sinaliza que “para projeto bom não vai faltar dinheiro”. Em outro trecho, Nunes explica como a agência fomenta a inovação no País: "Se é necessário para uma pesquisa um equipamento que não existe no mercado ou se o importado é caro demais, é possível encomendar o desenvolvimento disso a uma empresa nacional, e depois adquirir delas um lote piloto, por exemplo. Essa modalidade de encomenda tecnológica não existia nos programas anteriores", resume.

O interesse de 48 empresas em participar do PAISS Agrícola foi assunto no caderno Agronegócios. A reportagem explica que a demanda chegou a R$ 4,52 bilhões, superior em três vezes ao orçamento inicial (R$ 1,48 bi). Alexandre Velloso, superintendente da Área de Apoio a Projetos Inovadores e Descentralização, observa que "dessa forma, teremos condições de contratar e realizar os primeiros desembolsos antes do fim do ano." Por fim, a expectativa da empresa Datora Telecom em relação a três projetos apresentados à Finep também foi abordada pelo jornal em "Internet das coisas abre oportunidades".

Outras notícias