Notícias

Executivos se formam em coaching para melhorar desempenho de suas equipes Fonte: Terra, 17/12/2018

Nos últimos anos, a procura pelo coaching executivo cresceu muito no Brasil e no mundo, como uma ferramenta para desenvolver competências destes profissionais. Agora, líderes de grandes empresas também têm se formado como coaches para impulsionar resultados de suas equipes.

O Erickson International, escola de formação em coaching com atuação em 30 países, tem recebido entre os alunos de seus cursos vários executivos com o objetivo de usar a formação em coaching junto aos seus times ou até fora das empresas.

Salete Deon, que trabalhou 24 anos como executiva da Whirlpool, recomenda essa certificação para todos os líderes. "Acho que todo executivo deveria fazer a formação em coaching, para obter o melhor dos profissionais, endereçando questões transformadoras", diz.

Luciano dos Santos, diretor de Vendas do Facebook, completa: "O objetivo do coach não é gerenciar pessoas, mas dar novas perspectivas. Recomendo essa formação para quem quer aprender a desbloquear o potencial das pessoas".

Fabiana Haidar, vice-presidente do Conselho de Família da Santher, destaca o que mais valorizou na formação em coaching: "A psicologia positiva com foco na escuta e na solução dos problemas".

Dominic de Souza, executivo de inovação da SAP, explica como essa capacitação ajudou nos seus resultados como líder. "A formação em coaching é transformadora. O coach entende o estado da pessoa, as suas metas e a faz performar. No final do dia, isso traz mais dólares para a empresa".

Esses executivos foram capacitados no curso "A Arte e a Ciência do Coaching", do Erickson Internacional no Brasil. O programa conta com o selo ACTP (Accredited Coaching Training Program), emitido pela ICF (International Coach Federation), entidade que avalia a competência dos profissionais e instituições de ensino de coaching.

Os profissionais que passaram por essa formação ressaltam a importância de buscar uma instituição sólida para esta certificação. "Já havia feito outro curso e percebi que o Erickson traz muito mais robustez", diz Salete Deon.

"Fiz outro curso de coaching em 2011. Com a formação do Erickson, sinto-me mais preparado, porque temos experiências e vivências diversas com as ferramentas.", conclui Dominic de Souza.

"Foi uma decisão muito acertada ter feito essa formação com o Erickson", afirma Luciano dos Santos.

Outras notícias