Cia Consultores logotipo

Notícias

Técnicas e ferramentas de coaching para melhorar o autoconhecimento Fonte: Administradores, 05/06/2018

Com a correria da vida moderna e os problemas que ela ocasiona, muitas vezes ficamos tão preocupados com as nossas tarefas que esquecemos de olhar para nós mesmos.

A falta de autoconhecimento gera diversos conflitos internos, como indecisão, falta de foco e dificuldade em relaxar e tomar decisões mais racionais. Há também os conflitos externos que podem ser potencializados pela falta de uma noção melhor do que somos, como, por exemplo, brigas com pais, filhos e companheiros.

Para que possamos definir nossas metas, objetivos e traçar uma rota objetiva que nos levará do estado atual até o nosso estado desejado, podemos contar com a ajuda da metodologia do coaching.

Um coach pode ajudar na melhora do autoconhecimento, na potencialização das qualidades do indivíduo, bem como na eliminação ou redução das suas dificuldades. O profissional de coaching também tem o papel de aliar o autoconhecimento do seu cliente (coachee) com a melhora da sua motivação e com o seu poder de aumentar o foco e a produtividade, dentre vários outros benefícios.

Neste artigo você saberá mais sobre como o coaching melhora o autoconhecimento, ajudando no desenvolvimento pessoal e profissional do indivíduo.

- Por que é tão importante trabalhar o autoconhecimento?

Tudo começa com o conhecimento de nós mesmos, das nossas qualidades, defeitos, emoções, como lidamos com nossa própria realidade e o modo como enxergamos o mundo.

Muitas pessoas não conseguem encontrar motivação para fazer, até mesmo, as tarefas mais simples do cotidiano porque não conseguem analisar o que está acontecendo de fato com a sua vida.

É muito comum, também, encontrar pessoas que não conseguem descobrir qual é o seu propósito de vida, o que as move e o que poderia torná-las mais realizadas e felizes.

A falta de um autoconhecimento profundo pode causar diversos problemas como a ansiedade por querer fazer mais e não saber o quê ou como fazer, estresse, depressão e conflitos com outras pessoas.

Um dos principais objetivos do coaching é trabalhar o autoconhecimento dos coachees para que a sua evolução seja a mais proveitosa possível. Entenda abaixo como isso funciona na prática.

- Como isso funciona dentro do coaching?

O coaching usa diversas metodologias e abordagens, mas, em qualquer caso, o processo é baseado em perguntas poderosas, dividido em sessões para melhor aproveitamento dos coachees.

Durantes as sessões, o coach aplica técnicas e ferramentas com perguntas simples que tem o objetivo geral de aproximar o seu cliente do seu estado desejado.

O coach pode fazer a opção de abordar aspectos diferentes em cada sessão, mas, sempre começando com o autoconhecimento do seu coachee, já que, como vimos, ele é a base de todo o processo de coaching.

Então, o processo de coaching começa com a aplicação de uma determinada técnica ou ferramenta escolhida pelo coach, levando em conta o estado atual e também o objetivo específico do seu cliente.

- Quais técnicas de coaching podem ser aplicadas?

As técnicas podem ser aplicadas para melhorar o autoconhecimento dos coachees de forma isolada ou dentro de ferramentas pré-estabelecidas. Alguns exemplos de técnicas para aumentar o autoconhecimento são:

- Técnica “o que mais?”

Quando alguém demonstra não conhecer bem a si mesmo, costuma ter dificuldade em responder perguntas sobre a sua personalidade, seu comportamento e seu cotidiano. A técnica da pergunta “o que mais?” serve para estimular o raciocínio do coachee de forma com que ele se esforce para buscar respostas mais completas dentro de si mesmo.

Exemplo: digamos que um coach de emagrecimento pergunta ao seu cliente sobre o porquê de ele exagerar nas refeições e ele responde algo como “elas me satisfazem” ou “a comida me conforta”. Essas respostas são bastante vagas e pedir que o coachee diga o que mais sente certamente fará com que se descubra seus reais impulsos para comer demais.

- Técnica do “e se…?”

Essa técnica tem o mesmo objetivo da anterior, ou seja, estimular o coachee a fornecer mais informações sobre ele mesmo.

A aplicação da técnica “e se…?” também é semelhante a da técnica “o que mais?”, podendo ser usada sempre que o coach receber uma resposta incompleta ou que mereça ser melhor detalhada.

Exemplo: um coach de emagrecimento pergunta ao seu coachee sobre os seus exercícios físicos e ele responde que não consegue praticar. O coach poderia perguntar, então: “e se você tivesse que fazer por uma obrigação?” para que o seu cliente encontre suas razões para rejeitar e também os motivos para se esforçar em se exercitar.

- Quais ferramentas podem ser usadas?

Diversas ferramentas podem ser usadas para melhorar o autoconhecimento dos coachees, vamos colocar duas delas como exemplo prático.

- Ferramenta roda da vida

É uma das ferramentas de coaching mais usadas, principalmente durante a primeira sessão com o cliente. Os coaches costumam usá-la porque ela, além de ser uma ferramenta de autoconhecimento, também ajuda a mostrar o cenário ou estado atual em que o coachee se encontra.

A ferramenta é composta por um gráfico redondo dividido em fatias e níveis. Cada fatia corresponde a uma área da vida como relacionamento amoroso, família, espiritualidade, saúde, trabalho, etc.

O coachee deve preencher os níveis de cada fatia de acordo com a sua satisfação em cada quesito. Ao final, ele analisará junto com o seu coach a sua situação geral e poderá refletir sobre como está conduzindo a sua vida.

- Ferramenta valores

É uma ferramenta também de simples aplicação, com o objetivo de aumentar o conhecimento do coachee sobre os seus valores, tanto pessoais quanto profissionais.

O coach apresentará uma listagem de diversos valores como honestidade, realização profissional, fama, dinheiro, vida social e etc. Os valores podem parecer algo positivo ou negativo, dependendo de quem os vê.

É importante ressaltar que o coachee não deve fazer autojulgamente ao definir o que é um valor para ele, é importante escolher os valores com sinceridade, sem pensar em aprovação social ou sobre o que gostaria de ser mas não é. Então o coachee deverá escolher aqueles que ele considera seus valores e depois colocá-los em ordem de importância.

Dessa forma o indivíduo poderá descobrir alguns valores e prioridades em sua vida que talvez nunca tivesse percebido. O coachee poderá, também, entender melhor as suas decisões de acordo com os seus valores e até mesmo pensar se o que escolheu está coerente com os seus objetivos.

Outras notícias